quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Você está na 28ª semana de gravidez, e seu médico diz que você está com Diabetes gestacional. Você deve se preocupar com a diabetes gestacional?
A resposta é: sim. Se cuidar representa boa saúde para você e para o bebê.

O que é diabetes gestacional?

Mulheres grávidas, que nunca tiveram diabetes mas que têm níveis altos de açúcar no sangue (glicose) durante a gravidez, têm diabetes gestacional. A diabetes gestacional atinge 4% de todas as mulheres grávidas nos Estados Unidos – por volta de 135.000 casos de diabetes gestacional a cada ano.

Não sabemos exatamente a causa da diabetes gestacional, mas temos algumas pistas. A placenta mantém o bebê enquanto ele cresce. Hormônios da placenta ajudam o bebê a se desenvolver. Mas estes hormônios também bloqueiam a ação da insulina no corpo da mãe. Este problema é conhecido como resistência à insulina. Este processo dificulta o uso de insulina pelo corpo da mãe. Ela pode precisar até 3 vezes mais insulina.

A diabetes gestacional inicia quando o corpo não consegue insulina suficiente para a gravidez. Sem insulina suficiente, a glicose não consegue sair do sangue e se transformar em energia. A glicose no sangue atinge altos níveis, o que é chamado de hiperglicemia.

Como a diabetes gestacional pode afetar seu bebê

A diabetes gestacional afeta a mãe no fim da gravidez, isto é, quando o bebê já está formado, mas enquanto o bebê está crescendo. Por esse motivo, a diabetes gestacional não causa nascimentos de bebês com defeito. Todavia, se não tratar ou tiver um contrôle deficiente, pode afetar o seu bebê.

Quando você tem diabetes gestacional, seu pâncreas trabalha a mais para produzir insulina, mas a insulina não abaixa os níveis de glicose no sangue. Apesar da insulina não atravessar a placenta, a glicose e outros nutrientes atravessam. Logo, a glicose extra do sangue atravessa a placenta, dando ao bebê altos níveis glicose no sangue. Isto faz com que o pâncreas do bebê fabrique insulina extra para ficar livre da glicose no sangue. Como o bebê está adquirindo mais energia do que necessita para crescer e desenvolver, essa energia extra é armazenada como gordura.

Isto pode levar à macrossomia, ou um bebê gordo. Bebês com macrossomia enfrentam problemas de saúde, incluindo danos aos seus ombros durante o nascimento. Devido à insulina extra fabricada pelo pâncreas do bebê, recém nascidos podem ter níveis muito baixos de glicose no sangue no nascimento e também sérios riscos de problemas respiratórios. Bebês com excesso de insulina se tornam crianças com alto risco de obesidade e adultos com o risco de adquirir diabetes tipo 2.

Tratando a diabetes gestacional

Você deve iniciar o tratamento logo que tiver conhecimento da doença, pois ela pode causar danos a você e ao bebê. O tratamento para a diabetes gestacional consiste em manter os níveis de glicose no sangue igual ao de mulheres grávidas que não têm diabetes gestacional.

O tratamento para diabetes gestacional sempre inclui planejamento alimentar especial e atividade física programada. Pode também incluir testes diários de glicose no sangue e injeções de insulina. Em caso de mudanças no tratamento da diabetes gestacional, você precisará dos conselhos médicos do seu ginecologista, um endocrinologista e talvez até um pediatra.

Para você, futura mamãe, o tratamento para a diabetes gestacional ajuda a baixar o risco de uma cesariana necessitada por bebês muito grandes. Seguindo corretamente o tratamento para diabetes gestacional, permitirá com que você tenha uma gestação e parto saudáveis, e ajudará seu bebê a evitar uma saúde precária no futuro.

Diabetes Gestacional – Olhando à frente

Normalmente a diabetes gestacional vai embora após a gravidez. Mas, uma vez que você teve diabetes gestacional, suas chances de ter novamente a doença em uma gravidez futura aumentam para 2 em 3. Todavia, a gravidez, em algumas mulheres ajuda a descobrir a diabetes tipo 1 ou tipo 2. É difícil dizer se essas mulheres têm diabetes gestacional ou acabaram de descobrir sua diabetes durante a gravidez. Estas mulheres precisarão continuar o tratamento para diabetes após a gravidez.

Muitas mulheres que têm diabetes gestacional podem desenvolver a diabetes tipo 2 anos depois. Parece haver uma ligação entre a tendência de ter diabetes gestacional e diabetes tipo 2. Ambas, a diabetes gestacional e a diabetes tipo 2, envolvem a resistência à insulina. Certas mudanças básicas no estilo de vida podem ajudar a prevenir a diabetes após a gravidez.

Perdendo peso: Você está com 20% a mais de do seu peso normal? Perdendo alguns quilos podem ajudá-la a evitar a diabetes tipo 2.

Escolhendo alimentos saudáveis para suas refeições: Siga diretrizes diárias simples, comendo alimentos variados como frutas frescas e legumes, limitando o consumo de gordura em 30% ou menos de calorias diárias, e observando o tamanho da porção. Tendo hábitos alimentares saudáveis pode ajudar a evitar diabetes e outros problemas de saúde.

Exercitando-se: Exercícios regulares permitem ao seu corpo o uso da glicose sem insulina extra. Isto ajuda a combater a resistência à insulina e é o que faz com que os exercícios sejam úteis para pessoas com diabetes. Nunca comece um programa de exercícios sem primeiro conversar com seu médico.

Mantenha a preocupação em perspectiva

Enquanto a diabetes gestacional é um bom motivo para preocupação, a boa notícia é que você e a sua equipe médica – ginecologista, endocrinologista, pediatra, nutricionista – trabalhem juntos para baixar os altos níveis da glicose no sangue. E com essa ajuda, você pode transformar sua preocupação em uma gravidez saudável para você, e um começo saudável para o seu bebê.

Muito provavelmente pelo que li nesses artigos eu ja tenha tido diabetes gestacional na minha outra gravides,mas infelismente o medico não me pediu exames de curva glicemica com 7 meses só no inicio.

Desta vez também fiz no inicio da gravides e não deu nada e só agora que veio o diagnostico.

Mas agora é fazer tratamento dieta,caminhada confiar em Deus e tudo dará certo.

Tenham um exelente dia.

4 comentários:

Bia disse...

É isso aí, fazendo exercícios e mantendo boa alimentação a diabetes fica controlada e não trará problema nenhum pra sua pequena não.. =)

Beijoss

Cláu Gimenes disse...

Isso msm! Tomando os devidos cuidados tudo dará certo!
O importante é que agora vc sabe e pode tratar!

bjs e tenha uma ótima semana!

Cláu

Paula disse...

Amiga,tomando todos cuidados certinho vai dar tudo certo sim,fique tranquila,minha amiga teve diabetes nas 2 gestaçoes e se cuidou,as meninas dela estão ótimas a mais nova tem 4 anos.
tenha fé em Deus.
beijos

paula disse...

Andréia,tem selinho no meu blog para você.

bom fim de semana

beijos